© CMS, grupo coral feminino "As Ceifeiras de Pias"

O CANTE

PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

O Cante Alentejano é hoje património da Humanidade e tem no concelho de Serpa uma forte expressão, com 14 grupos corais que lhe dão voz. 


Ouvir o Cante é uma experiência única e intensa que não se esquece. Quem chega a Serpa pode vivê-la, participando num dos ensaios semanais dos diferentes grupos ou num dos eventos da autarquia, onde o Cante tem sempre um lugar de destaque. 

foto-6-4-1-b.jpg

Polifonia que dispensa qualquer acompanhamento por instrumentos, os cantares em compasso lento, e quase sempre melancólico, são a

 

expressão dum povo que canta a sua história, os seus modos de vida e tradições

Até há umas décadas atrás o Cante era sinónimo de convívio, sobretudo dos homens, nas tabernas, sociedades ou cafés, locais onde era cantado, de forma espontânea, à volta duma conversa ou dum petisco. Em casa era cantado sobretudo pelas mulheres, mas, no campo, todos uniam as suas vozes, juntando forças para vencer as fadigas desses trabalhos. A tradição foi passando entre os camponeses e mineiros, de pais para filhos, e está hoje de excelente saúde.

© João Monge Ferreira, Taberna do Grupo Coral e Etnográfico "Os Camponeses de Pias"

A sua classificação como Património Cultural Imaterial da Humanidade, atribuída pela UNESCO em 27 de novembro de 2014 na cidade de Paris, veio dar força, rejuvenescimento e motivação aos protagonistas do Cante e reafirmá-lo como um dos vetores principais da identidade da região.

AS ORIGENS E PARTICULARIDADES

Quanto às origens, não existe consenso. Há quem o identifique com cantes árabes sefarditas, levados para Marrocos pelos judeus expulsos da Península Ibérica no séc. XVI, ou o associe a um canto bizantino, filiado nas liturgias ortodoxas. Para outros, a ligação a cânticos religiosos e mais recente e próxima, nascido eventualmente nas escolas claustrais da Sé de Évora. 
 

Como em qualquer manifestação cultural bem viva, também o Cante se foi atualizando, tendo variantes mais rápidas e até acompanhadas por instrumentos, como o acordeão e a "viola campaniça”. 
 

No reportório, são igualmente diversas as influências. Se pensarmos na história de cada grupo coral e na de cada cantador, bem como nas funções que o cante foi assumindo ao longo dos tempos, percebe-se a sua imensa riqueza cultural. Este é o trabalho de registo e inventário que a Casa do Cante, projeto sediado em Serpa, está a fazer para a salvaguarda do Cante Alentejano e do Património Cultural Imaterial do Sul. 

A Casa do Cante em Serpa foi a entidade gestora da candidatura 

foto-6-4-1-a.jpg

© CMS, selo do Cante Alentejano UNESCO

1/2

(Clique sobre as fotos para visualizar os créditos)

OS GRUPOS CORAIS

DO CONCELHO DE SERPA

QUEM CHEGA PARA APRECIAR O CANTE

O Cante tem uma estrutura musical que é fácil de reconhecer e acompanhar, e quem chega a Serpa pode comprová-lo assistindo a um ensaio dum grupo coral. Vozes masculinas ou femininas que arrepiam.


Ouvirá duas vozes solistas (ponto e alto) que alternam com um coro. As estrofes repetem-se num ciclo o número de vezes que os cantores desejarem. 

CASA DO CANTE

 

Rua dos Cavalos, 12, 7830-341 Serpa 

Tel. 284 544 720

Email: geral.casadocante@gmail.com


www.facebook.com/CasaDoCanteSerpaPt

 

GRUPO CORAL DA ACADEMIA DE SERPA

Academia Sénior

Rua D. Manuel de Moura, 7830-458 Serpa
Tel.  284 544 597 / 969 415 729 
Email: academiasenior@cm-serpa.pt
Facebook: Grupo Coral da Academia Sénior

GRUPO CORAL "OS CEIFEIROS DE SERPA"


Rua da Fonte Santa, nº 12,

Apartado 106, 7830-471 Serpa
Tel. 965 275 484 
Facebook: Grupo Coral Os Ceifeiros de Serpa

GRUPO CORAL E ETNOGRÁFICO DA CASA DO POVO DE SERPA

Rua da Fonte Santa, nº 20, 7830 - 417 Serpa
Tel. 969 516 698 / 969 197 175 
Email: coralcasapovoserpa@gmail.com
Facebook: Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa

GRUPO CORAL FEMININO "MADRIGAL"

Rua da Branca, n.º 48

7830-064 Vila Nova de S. Bento
Tel. 964 428 108  
Email: grupo.coral.madrigal@gmail.com

GRUPO CORAL FEMININO "AS CEIFEIRAS DE PIAS" 

Rua Luís de Camões, 33

7830-260 Pias, SRP
Tel. 966 467 764 
Email: asceifeirasdepias@hotmail.com
Facebook: As Ceifeiras de Pias

RANCHO DE CANTADORES DE ALDEIA NOVA DE S. BENTO

Rua do Sobral 22, 7830 Vila Nova de S. Bento
Tel. 961 528 663
Email: ajbsilva@gmail.com
Facebook: Rancho de Cantadores

RANCHO CORAL E ETNOGRÁFICO DE VILA NOVA DE SÃO BENTO

Junta de Freguesia de Vila Nova de S. Bento,

7830-059 Vila Nova de S. Bento
Tel. 965 340 266
Email: etnograficovnsb@hotmail.com
Facebook: Rancho Coral Etnográfico de Vila Nova S. Bento

GRUPO CORAL "OS ARRAIANOS" DE VILA VERDE DE FICALHO 

Largo Amílcar Pinto, n.º 10, 7830 Vila Verde de Ficalho
Tel. 963 258 205
Facebook:
Grupo Coral "Os Arraianos" de Vila Verde de Ficalho

GRUPO CORAL E ETNOGRÁFICO "OS CAMPONESES DE PIAS"

Rua Luís de Camões , n.º 3 - 7830 Pias
Tel. 961 618 083/ 927 760 268
Email: camponesesdepias@hotmail.com
Facebook: Camponeses de Pias Grupo Coral

GRUPO CORAL FEMININO "AS PAPOILAS DO ENXOÉ"

Rua do Mercado S/N,

7830-518 Vale de Vargo
Tel. 962 943 226 
Email: jfvaledevargo@gmail.com

GRUPO CORAL FEMININO "FLORES DO CHANÇA"

Sociedade Recreativa 1.º de Dezembro,

Largo Amílcar Pinto, n.º 10, 7830-622 Vila Verde de Ficalho
Tel. 969 215 653  
Email: juntadeficalho@mail.telepac.pt
Facebook: Grupo Coral Flores do Chança

GRUPO CORAL JUVENIL DE VILA NOVA DE SÃO BENTO

EB 2/3, Largo do Rossio Grande, 22

7830-055 Vila Nova de S. Bento
Tel. 969 415 729
Email: pedromestre@gmail.com

RANCHO CORAL "OS CAMPONESES" DE VALE DE VARGO

Junta de Freguesia de Vale de Vargo
Rua M.F.A. 17, 7830 Vale de Vargo
Tel. 966 213 807 
Email: ranchocoralvaledevargo@gmail.com
Facebook: Rancho Coral de Vale de Vargo