© Manuela Sousa

VILA VERDE DE FICALHO

PELOS CAMINHOS DO CONTRABANHO

PERCURSOS PEDESTRES

Este percurso circular e acessível, leva-o à descoberta da fronteira aqui tão perto, percorrendo os caminhos outrora utilizados pelos contrabandistas. Os antigos moinhos em conjunto com o ecossistema do rio Chança dão a este percurso uma riqueza impar.

1/1

FICHA TÉCNICA

• Tipologia: Circular
 

• Distância: 12,6kms
 

• Desnível acumulado: + 200 m
 

• Duração aproximada: 2h50
 

• Grau de dificuldade: 1 e 2
 

• Ponto de partida e chegada: Praça Conde de Ficalho
 

• Coordenadas geográficas: N37º56'50.4'' W07º18'00.9''
 

• Motivos de interesse: Moinho da Volta; Moinho da Várzea; Capela de N.ª Sra. das Pazes

© Manuela Sousa

DESCRIÇÃO DO PERCURSO

Este percurso circular começa e acaba junto à Igreja Matriz de Vila Verde de Ficalho também designada por Igreja Paroquiam de São Jorge. 


O percurso sai de Vila Verde de Ficalho em direção a sudeste rumo à fronteira com Espanha. Cerca de 2600m depois de se iniciar passa no primeiro ponto de interesse, a Ermida de N.ª Sra. das Pazes, cuja construção original data do séc. XVI.


Depois da capela o percurso segue por estradas de terra batida até ao rio Chança que faz fronteira entre Portugal e Espanha. Seguindo o rio para jusante o percurso passa por duas ruínas de moinhos – Moinho da Várzea e Moinho da Volta – até chegar à curva apertada do rio entra num trilho que sobe a encosta.


Depois de passar a ponte sobre a ribeira, inicia a subida novamente em direção a V.V. Ficalho por estradas de terra batida, passando pelo Monte das Pereirinhas, onde se avistam a vila e a serra de Ficalho.


Perto da Igreja Matriz situam-se mais dois pontos de interesse: cinquenta metros a norte o Sítio Arqueológico e a Igreja Velha de São Jorge.

CONSULTE AQUI:

© Manuela Sousa

logo_município-01.png

Copyright © 2019, C. M. Serpa - todos os direitos reservados.   Design Cores ao Cubo

Idealização, textos e fotografias (salvo exceções indicadas), e coordenação