© Nicola Di Nunzio

TRILHO DA AZENHA DA ORDEM

PERCURSOS PEDESTRES

O Trilho da Azenha da Ordem é perfeito para os amantes das caminhadas por ambientes mais rurais mas também por enclaves onde a natureza está muito bem representada. O percurso percorre extensos campos agrícolas mas também olivais e montado de azinho e sobro até chegar ao rio Guadiana, dando a conhecer as suas bonitas margens e a sua característica vegetação ribeirinha. A Azenha da Ordem, em excelente estado de conservação, é um belo exemplar dos moinhos ancestrais característicos do Guadiana.

1/1

FICHA TÉCNICA

• Tipologia: Circular
• Distância: 13km
• Duração aproximada: entre 3 a 4 horas
• Tipo de piso: Caminhos urbanos e rurais, com acesso em troços asfaltados
• Desníveis: Uma descida e uma subida suaves mas longas
• Grau de dificuldade: Médio
• Certificações: Certificado por WP Walking Portugal com o grau de BOM
• Ponto de partida e chegada: Largo Catarina Eufémia, junto à fonte, em Serpa.
• Coordenadas geográficas: N37º56'30'' W07º36'06''
• Motivos de interesse: Campos agrícolas; Horta dos Banhos; Montado de Azinho e Sobro; Olival; rio Guadiana; Azenha da Ordem

© Nicola Di Nunzio

DESCRIÇÃO DO PERCURSO

A partir do Largo Catarina Eufémia, seguir para norte e virar pela Rua da Abegoaria que levará para fora do núcleo urbano, passando pelo pavilhão desportivo municipal. Cruzar a circular externa e entrar no caminho de terra em direção ao Guadiana.

 

Seguir sempre em frente cruzando vastos campos agrícolas e passar junto à captação de água da Horta dos Banhos situada em local onde já esteve instalada importante Villa Romana, conforme prospeções arqueológicas confirmaram no local.

Após passar pelo Monte da Caldeira e pelo Monte da Repoila, começar a descer por novo cenário de olival e montado de azinho que nos levará até às abandonadas Hortas do Lala e do José Garcia, avistando já o Rio Guadiana.

 

Chegar junto ao rio e seguir pela esquerda pelo caminho rural que acompanha o seu curso até à Azenha da Ordem, engenho de moagem em excelente estado de conservação.

A partir do rio iniciar uma longa e suave subida pelos campos de montado de azinho passando o Monte das Melrinas e Monte do Gago, onde recuperamos a paisagem agrícola. 


Seguir pela estrada que entra em Serpa pela Eira de São Pedro, com a capela deste santo a dar as boas vindas.

CONSULTE AQUI:

© Vasco Neves

logo_município-01.png

Copyright © 2019, C. M. Serpa - todos os direitos reservados.   Design Cores ao Cubo

Idealização, textos e fotografias (salvo exceções indicadas), e coordenação